Rede Sociais:

Dra. Mônica Felici

Estimuladores de Colágeno Corporal

Estimuladores de Colágeno Corporal

Os estimuladores de colágeno corporal são procedimentos estéticos cujo objetivo é recuperar a firmeza da pele e melhorar a saúde cutânea. Com tecnologia de ponta, esse tipo de procedimento ajuda a incentivar a produção natural de colágeno pelo corpo, redefinindo contornos e garantindo mais elasticidade, firmeza e até mesmo luminosidade.


Existem diferentes substâncias que podem ser utilizadas ao longo do tratamento, dependendo da indicação da dermatologista para alcançar os resultados desejados. Cada uma dessas substâncias conta não apenas com métodos de aplicação diferentes, mas também com resultados e duração dos efeitos variados.


Por isso, a indicação do tratamento deve sempre ser feito de acordo com as particularidades de cada paciente e a avaliação de um profissional capacitado. Afinal, mais do que uma tendência de beleza, os estimuladores corporais tratam também a saúde de cada pessoa.


O procedimento é indicado para pessoas que buscam uma pele mais firme, sem flacidez e com rugas e linhas finas muito mais suavizadas. A premissa é válida tanto para melhorar a saúde da pele facial, quanto corporal.

 


O que são os estimuladores de colágeno?


O colágeno é uma proteína produzida naturalmente pelo corpo humano. Porém, sua produção é reduzida significativamente ao longo do tempo. Dessa forma, as aplicações de estimuladores agem como uma forma de suplementação das substâncias responsáveis pela produção do colágeno, garantindo que esse processo biológico seja impulsionado.

 
Além disso, o método é muito mais seguro do que procedimentos definitivos que costumavam ser utilizados no mercado há alguns anos. Afinal, as substâncias utilizadas pelos profissionais são biocompatíveis – ou seja, absorvidas pelo organismo com facilidade.


Embora não seja definitivo, o tratamento age tanto como uma prevenção aos primeiros sinais do envelhecimento precoce, como também uma forma de reduzir os sinais que já estão aparentes. Por não ter contraindicações, é possível avaliar a necessidade de começar as sessões desde cedo (geralmente, entre os 25 e 30 anos) para evitar que esses sinais apareçam.

 


Quais são os tipos de estimuladores de colágeno corporal?


Ácido polilático


Uma das substâncias que podem ser utilizadas no tratamento é o ácido polilático. Nesse método, a substância pode agir tanto na via supraperiostial – a região do maxilar, de forma subdérmica ou na própria gordura do corpo.


Ao ancorar os tecidos cutâneos, o ácido polilático garante mais firmeza da pele. Os resultados começam a ser vistos entre 30 e 60 dias e vale ressaltar que o composto pode ser utilizado tanto no rosto, quanto no corpo.

 


Hidroxiapatita de cálcio


Em contrapartida, temos também a hidroxiapatita de cálcio, uma substância encontrada nos ossos. Anteriormente, ela era utilizada para dar volume em regiões de estruturas ósseas. Porém, com o avanço da tecnologia, a hidroxiapatita foi manipulada e diluída para que pudesse ser utilizada como estimulador de colágeno no corpo.


Uma das grandes vantagens dessa substância é o incentivo à produção da proteína a longo prazo.  Tem  leve  efeito volumizador  e os resultados são otimizados no decorrer dos dias, sendo ideal para quem busca  resultados mais graduais e naturais.

 


Ácido hialurônico com ácido poli-lático


Outra opção de estimulador com efeitos de longa duração é a combinação entre o ácido hialurônico  com ácido poli-lático. O bioestimulador é muito recente no mercado, mas já conquista destaque como um dos melhores tratamentos.

A combinação garante ótimos resultados com uma duração maior que os demais preenchedores. Dessa forma, seu efeito pode durar até 3 anos, dependendo do organismo de cada paciente. 
Laser fracionado de CO2, laser Facionado não ablativo erbium glass, ultrassom microfocado e outras tecnologias.


Além dos bioestimuladores injetáveis , alguns lasers e tecnologias estimulam também a  produção de colágeno na pele. existem ainda aparelhos de laser fracionado  de Co2 e de Erbium glass que ajudam a melhorar a flacidez,  estrias e cicatrizes na pele. Já o  ultrassom microfocado  incentiva a produção de colágeno natural em camadas mais profundas da pele,  podendo atingir  a gordura e na musculatura superficial com a ponteira de ultrassom macrofocado.


A radiofrequência também pode ser utilizada tanto na face, quanto no corpo, para estimular o colágeno por meio de estímulo térmica.

 


Quanto custa o tratamento com estimuladores de colágeno natural?


Antes de começar o tratamento, será preciso fazer uma avaliação inicial com uma dermatologista. A profissional vai avaliar as particularidades da sua pele, bem como outras questões de saúde, para descobrir qual é o melhor curso de tratamento para alcançar os objetivos que você espera. 
Para resultados realmente duradouros e eficientes, pode ser necessário realizar mais de uma sessão ao longo do tempo. Portanto, o orçamento vai depender da combinação de todos os fatores.
Tratando-se de um tratamentos  avançadod e que segue todas as normas de segurança para garantir a saúde da sua pele, será elaborado um orçamento que alia o melhor custo e benefício para você aprimorar a aparência e a saúde cutânea.


Logo, para ver o melhor tratamento para seu caso, agende a sua avaliação inicial e dê o primeiro passo para uma pele muito mais firme, viçosa, saudável e rejuvenescida. Entre em contato agora mesmo para saber mais!

 

 

Dra. Mônica Felici 

Dermatologista em Campinas

Copyright 2020 - Agência Tutti Marketing.

SEO e Otimização Google - Sunset

Instagram

Fale comigo agora mesmo

Clínica particular

Clique para chamar